Depoimentos

ENVIE O SEU DEPOIMENTO

 

Escreva ao lado seu depoimento e compartilhe sua historias com milhares de pessoas.

Nome
E-mail
Depoimento
 
Últimos Depoimentos
  • Depoimento criado por: marcelo - 24/05/2011 às 07h26

    foi assim eu tinha 10 ano o meu vizinho mim chamau pra entra nuna casa aiii ele pego minha mao é mando eu bota no pene dele depois fes eu chupa a coisa deles mais eu sei qm ñ era ele mais sim O diabo

  • Depoimento criado por: * - 15/05/2011 às 07h03

    Bom, eu tinha uns 4 a 5 anos quando isso aconteceu. Foi com dois primos mais velhos que eu já eram adolescentes e eu uma criança, estudava a tarde e meus pais trabalhavam de manhã então tinha que ir para a casa de minha tia e ficava eu e meus primos e outra prima pois minha tia trabalhava também de manhã. Nossa foi horrível eu sofria mas não contava pra ninguém aliás, ninguém sabe disso, tenho medo da reação da minha família, bem que eu tentei uma vez mas não acreditaram, hoje eles são casados e tem filhos por isso que não quero contar. Em 2003 ia fazer 10 anos eu me mudei para outra cidade, achei muito bom pois estaria muito longe deles, mas foi apenas 6 meses e voltei pra minha cidade natal novamente e todo o caso acontecia denovo e tentava fugir deles, não ia mais pra casa da minha tia sei que acabou por isso tinha uns 10 pra 11 anos, dai vem os problemas que isso causou, sou tímida de maais, atrapalhou nos meus relacionamentos com outras pessoas, nossa me fez muito mal, queria ser normal sabe ! E é assim, ninguém da minha família sabe nem meus amigos e não vou contar, só quem sabe é Deus e eu já orei muito pra que Deus possa perdoar eles.

  • Depoimento criado por: * - 13/05/2011 às 10h55

    Bom tudo começou quando ainda era criança tenho um irmão 7 anos mais velho que eu, e quando era bem novinha ele me tocava e pedia para que fizesse sexo oral nele e por muitas vezes tentou introduzir, mas o Senhor já cuidava de mim e ele sempre saia chorando e eu ficava sem entender isso durou algum tempo, mas acabou! E eramos muito ligado e amigos isso por um tempo ficou bloqueado na minha mente, e por alguns motivos que ele não se abre ele passou a me tratar com indiferença, eramos muito ligados após anos dos abusos terem acabados, mas derrepente ele já não fala comigo, foi quando houve o desbloqueio da minha mente. Ninguém sabe disso, é a primeira vez que exponho algo tão delicado, e creio que ele se sinta e me trate assim por vergonha talvez seja uma defesa que ele criou. Entreguei minha vida ao Senhor, hoje sou escolhida e consagrada do Senhor e não aceito que Satanás venha criara essa barreira, já o perdoei e CREIO QUE EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR.

  • Depoimento criado por: Menina de Deus - 12/05/2011 às 10h57

    Tudo começou quando tinha uns 4/5 anos. Meus pais trabalhavam durante o dia, então ficava com minha avó, família unida, lá ficava também um primo, anos mais velho que eu. Na minha inocência de criança, nada entendia e me calei. Os anos se passaram minha avó faleceu e agora tinha que ficar na casa de uma tia, na casa do meu primo. Os abusos continuaram, minha dor aumentava e com ela meu medo. Como me repugnava pela falta de coragem para contar tudo, ao mesmo tempo que me sentia decidia a dizer, imagina a reviravolta que aconteceria. O que seria da união da minha família?! Pensava a todo instante nas conseqüências do meu falar, estava completamente tomada pelo medo. Assim foi por 5/6 anos. Mas chegou o dia em que tudo mudou. Um/dois anos após os abusos cessarem, eu tive um encontro, encontrei alguém que estendeu Suas mãos para mim, sem me julgar, sem me apontar e que me dizia apenas: "Vem filha minha, Eu te amo muito minha menina." Eu ouvir a voz de Deus. E então, tive coragem e contei tudo, contei tudo que havia passado, todas minhas dores, todo o meu sofrer para quem já sabia, para quem viu tudo. Foi somente aí, a partir do momento em que me derramei diante de Deus, em que lancei nEle todas as minhas dores, todas as feridas abertas, que me sentir verdadeiramente livre. "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." II Cor 5:17 Hoje posso dizer: O amor de Deus curou minhas feridas. E é esse amor, que cobre todas as coisas. Deus os abençõe!

  • Depoimento criado por: fênix - 12/05/2011 às 06h16

    meus tios mechiam comigo e ninguém saia, eu tinha uns 6 anos e nem imaginava q isso era isso! fui ficando com medo de tudo e todos. até hoje minha familia não sabe, e nem precisa saber... Deus me deu paz no lugar do medotenho 21 anos e minha vida é de Cris to adoro ao senhor e sou feliz com Deus.. Creia que Deus te fará feliz independente do que aconteça..."por que há esperança para a árvore, que se for cortada ainda se renovará e não cessarão os seus renovos, se envelhecer na terra sua raiz eo seu tronco morrer no pó ao cheiro das aguas brotará e dará ramos como a planta". jó 14.7-8. Deus te fará renascer assim como ele me fez renascer.. fica na paz!!

  • Depoimento criado por: VENDEDAR DE SONHOS - 09/05/2011 às 11h43

    OI pessoal eu sei como é dificil superar, mas eu aprendir algo muito importante eu aprendir a matar quem roubou minha infancia ,com o perdão e dificil, mas ele não almoça comigo e tira meu apetiti, não dorme comigo e tira meu sono,eu o perduei e tento não pensar pois meu passado entreguei a DEUS junto com meu futuro. EU espero que todos voces possam superar, que a benções DEUS esteva com voces.

  • Depoimento criado por: Paula - 01/03/2011 às 06h39

    Meu nome é Paula, tenho 34 anos, sou casada e tenho um filho. Os abusos aconteceram desde que eu era bebê, mais ou menos com 3 ou 4 anos contei para minha mãe que nada fez, porque não queria se separar do meu pai, e eles continuaram por 16, 17 anos. Sofri e até hoje sofro com rejeição da minha mãe, porque sempre me viu como sua rival e não como filha, fora a violência fisica e moral tanto dele como dela. As sequelas são muito grandes e até hoje persiste. Tive dificuldades na escola reprovada 4 vezes, dificuldades de relacionamentos. Hoje bipolar, depressão profunda, medos de escuro e de sair, pesadelos até me acostumei com eles. E psicática faço uso de medicamento forte. Os monstros que crie para mim, são grandes, mas maiores ainda, são os que criaram para mim. Esqueçer jamais. Cura para dor não existe, porque para dor da alma não existe remédios. Sou feliz??? Não é que eu seja exatamente feliz, apenas decidir não ser triste... Obrigada... Paula

  • Depoimento criado por: anonimo - 27/02/2011 às 18h45

    Ele sempre mexia comigo quando eu passava em frente a loja de autopeças dele. Uma vez, ele convidou para ir ao apartamento dele. Estava com meus primos, de 14 e 17 anos.Lá ele tacava uns filmes pornôs para a gente assistir e dava Guaraná. Ai, ele ia para o quarto com um de nós. O outro ficava olhando e as vezes tirava as fotos. A gente ficava lá uma hora e meia, duas horas. Agora estou com medo que digam que sou viado. Se bem que tem um monte de menina dando em cima de mim.

  • Depoimento criado por: anonimo - 27/02/2011 às 18h43

    O que aconteceu comigo foi muito doloroso... Meu avo era alcoólatra... Minha avó, submissa a seus caprichos... Nós três sabíamos de tudo... Eu era uma criança... acho que tinha uns quatro anos... talvez... quando o meu avô me mandava pegar, brincar, chupar, eu fazia tudo com a maior naturalidade, porque muitas vezes minha avó fingia que não via...

Desenvolvido por: [Mitrasoft]